14/05/2019 - 11h19 Notícia

Prêmio Innovare encerra inscrições para sua 16ª. edição

Com tema livre para todas as categorias, premiação dará Destaque para a prática que tenha como objetivo a Promoção e Defesa dos Direitos Humanos

Terminou nesta quinta-feira, 25 de abril, o prazo de inscrições para a 16ª. edição do Prêmio Innovare, que destaca as melhores iniciativas do Sistema de Justiça brasileira. O tema em 2019 é livre e haverá um Prêmio Destaque para a prática que tiver como principal objetivo a “Promoção e Defesa dos Direitos Humanos”.

Mais de 6.900 trabalhos já estão organizados no banco de práticas do Innovare, indexados para consulta por interessados em multiplicar boas iniciativas ou pesquisar ideias para aprimorar o trabalho prestado pela Justiça à população. Todos foram visitados e analisados pelos consultores do Innovare, especialistas que percorrem o país verificando a autenticidade e eficácia das iniciativas inscritas.

“O banco de práticas é um dos maiores tesouros do Innovare, porque guarda trabalhos que efetivamente podem servir de inspiração ou de modelo para ampliar o atendimento à população mais necessitada e às questões relacionadas ao meio-ambiente, direitos humanos, combate à corrupção, atendimento à criança e ao adolescente entre dezenas de outros temas que são comuns a várias regiões do país”, explica a coordenadora do Prêmio, Raquel Khichfy.

O banco de práticas pode ser consultado gratuitamente no site do Instituto, clicando na guia “Premiação”. Na barra de busca, localizada no topo do site, a pesquisa pode ser feita por palavra-chave, edição do Prêmio, categoria, Estado e situação da prática.

O que é o Prêmio Innovare?

Imagine um prêmio capaz de reconhecer iniciativas que colaboram para aprimorar o sistema de Justiça brasileiro, reunindo informações sobre trabalhos realizados em todos os estados do país e no Distrito Federal. Agora imagine se, além de tudo isso, as práticas fossem visitadas por consultores especializados, que comprovassem a eficácia, e se elas pudessem ser acessadas gratuitamente pela internet, com informações suficientes para que fossem reproduzidas em qualquer lugar do país. Esse é o trabalho que o Prêmio Innovare vem desenvolvendo desde 2004, destacando anualmente as melhores iniciativas do Sistema Judiciário e organizando todas elas em uma plataforma de consulta online, para que o público interessado saiba mais sobre como levar estas boas experiências à sua região.

Criado em 2004, o Prêmio Innovare nasceu no Ministério da Justiça, na gestão do então ministro Márcio Thomaz Bastos, quando o atual diretor-presidente do Instituto Innovare, Sérgio Renault, era secretário da Reforma do Judiciário. Na época, o então ministro empunhou a bandeira da reforma como uma prioridade política e foi um dos maiores defensores da criação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), promovendo intensas negociações junto a entidades da magistratura e do Congresso Nacional.

No ano de 2009 foi criado o Instituto Innovare e, ao longo do tempo, mais instituições uniram-se à causa. Hoje, são parceiros institucionais do Prêmio Innovare a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos (Anadep),  Associação dos Juízes Federais (Ajufe), Conselho Federal da OAB, Associação Nacional dos Procuradores de República (ANPR), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) e a Secretaria Nacional de Justiça do Ministério da Justiça, com o apoio do Grupo Globo.

Fazem parte da Diretoria do Innovare, ao lado de Sérgio Renault, os advogados Pedro Freitas e Antônio Claudio Ferreira Neto. O Conselho Superior do Innovare é presidido pelo ministro Carlos Ayres Britto.

Mais informações para a imprensa:

Assessoria de Comunicação

Márcia Miranda

[email protected]

Cel/Whatsapp: 021 99618-5751

 

Mais informações sobre inscrições:

http://premioinnovare.com.br/fale-conosco

Secretaria Executiva - (21) 2246-6030